Manaus- Morreu na madrugada desta segunda-feira, por volta de 1h30, no hospital check-up, em Manaus, o ex-prefeito de Parintins Enéas Gonçalves, de 63 anos de idade.

Segundo informações, o ex-prefeito de Parintins, faleceu em consequência da Covid-19.

A informação foi confirmada pela família de Enéas Gonçalves por meio do filho, o jornalista Glauber Gonçalves.

O anúncio da morte de Enéias, foi feito nas rádios de Parintins logo na manhã desta segunda-feira.

Enéas havia sido transferido para Manaus na semana passada, depois de ter o quadro agravado no município de Parintins.

A família tentava a transferência dele para São Paulo, o que não chegou a acontecer em virtude do estado de saúde do ex-prefeito, que era considerado muito ruim, impossibilitando a viagem.

Com uma votação histórica e aproveitando a popularidade do pai, Glaucio Gonçalves, que era prefeito da cidade, em 1986, Enéas foi eleito como o deputado estadual mais jovem do pleito, com 30 anos de idade.

Naquele pleito, ele também foi o mais votado do interior do Amazonas.

Depois disso, Eneas foi eleito prefeito em 1988.

Após cumprir esse mandato executivo, seguiu para o Legislativo, elegendo-se mais três vezes a deputado estadual.

Voltou a governar Parintins em 2000, após o fracasso da gestão Carbrás. Atualmente estava na Rádio Clube de Parintins, onde apresentava o programa ‘Cartão Amarelo’, de grande audiência na emissora.