Há mais 400 casos confirmados de coronavírus no Japão e a maioria deles em um cruzeiro que está em quarentena na cidade de Yokohama, informou a mídia japonesa.
O impacto crescente do surto, que começou na China em dezembro e já matou mais de 1.700 pessoas, está ameaçando grandes eventos públicos e prejudicando a produção e o turismo no Japão.

Restrições

Como o número de pessoas infectadas no Japão ultrapassou 400, a maioria delas passageiras do navio de cruzeiro, um hospital nas cercanias de Tóquio disse que não aceitará novos pacientes depois que um de seus funcionários foi diagnosticado com o vírus.
O hospital de Sagamihara, situado 50 quilômetros a oeste da capital, disse que uma enfermeira se contaminou depois de tratar de um paciente internado que morreu da doença neste mês. Recomendações da vigilância sanitária do Brasil após a confirmação de casos confirmados de turistas vindo da Itália e de quarentena, em São Paulo o número de suspeitos subiu para 85, o Deputado Federal Marcelo Ramos, recebeu um convite do governo japonês para visitar o País precisamente Tóquio local da maior aglomeração de pessoas infectadas pelo vírus, com às novas normas da vigilância sanitária no Brasil sendo que o Brasil já temos confirmações de casos de turistas vindo da Itália. O deputado Federal passará por exames? sendo que ele esteve em Tóquio área de risco do vírus mortal, a regra vale para todos? ou só para alguns turistas?, entramos em contato com o parlamentar mais até o momento não tivemos respostas.