O prefeito de Novo Airão (distante 115 quilômetros de Manaus), Frederico Junior (PSC), teve o celular roubado em um posto de gasolina da Atem, localizado no bairro Parque de Dez, Zona Centro-Sul de Manaus. De acordo com informações preliminares, os suspeitos teriam arrombado o carro do prefeito e levado seu celular, entre outros pertences.

Outras informações chegaram à redação do Portal O Abutre e dão conta de que a ação teria sido efetuada por inimigos políticos de Frederico Junior, que agora têm acesso a todas as conversas e informações privadas do prefeito. Essa mesma fonte sigilosa entrou em contato com a redação, e afirmou que pretende revelar todas as informações contidas no aparelho celular.

Vale lembrar que, Frederico Junior já esteve na mira do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), em 2019, quando foi denunciado por suspeita de praticar corrupção passiva, abuso de poder e formação de quadrilha. Conforme a denúncia de autoria do técnico em Turismo, Dailson de Queiroz Correa, o prefeito de Novo Airão estava envolvido em um esquema corrupto de exploração das jazidas de areia do município.

Segundo o denunciante, o prefeito de Novo Airão teria assinado um decreto que dava a ele e ao empresário José Valdemir Ribeiro Torres o monopólio para extração de areia, pertencentes à comunidade Bom Jesus do Puduari, naquele município. Com o decreto, passou a ser cobrada uma taxa abusiva de 5% por balsa cheia. Além disso, a comunidade que era detentora do direito da operação foi largada a própria sorte, e não recebia do prefeito o valor que lhe era de direito.

Outra informação que temos que isso também pode ter sido de propósito, Frederico pode ter informações privilegiadas de algumas investigações e supostamente pode ter sumido com seu aparelho celular e outras documentos que o comprometia.