Romara, de 24 anos, foi surpreendida com um cadáver, nu, e em estado inicial de decomposição, em uma área de mata nas proximidades do residencial Amazonas, na rodovia municipal Carlos Braga, KM 4,5, em Iranduba, região metropolitana de Manaus, no último domingo (11), por volta das 12h30.

Assustada com que viu, a mulher acionou a Polícia para verificar o ocorrido.

A guarnição que fazia patrulhamento de rotina, foi acionado pelo Centro Integrado de Operações de Segurança – CIOPS, para se dirigir até o residencial Amazonas e verificar o corpo do sexo feminino que estava submergido.

A polícia acionou o corpo de Bombeiro Militar e o Instituto Médico Legal (IML) para fazer a remoção do corpo, que até o momento não foi identificado.