Mundo- Morreu nesta sexta-feira (09), o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, do Reino Unido, aos 99 anos, ele completaria 100 anos em junho.

Até o exato momento, não foi divulgada a causa da morte, apenas falado que foi uma passagem pacífica e tranquila segundo nota divulgada.

Em fevereiro, ele passou mal e foi internado como “medida de precaução”. No entanto, o príncipe precisou ser submetido a uma cirurgia cardíaca. Ele recebeu alta depois de um mês.

Leia trecho da nota

O príncipe “faleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor”, diz a nota. “Novos anúncios serão feitos no devido tempo. A Família Real se une às pessoas ao redor do mundo em luto por sua perda.”

Seu nome era Filipe Mountbatten, Duque de Edimburgo, nascido Filipe da Grécia e Dinamarca, foi o marido da rainha Isabel II e consorte real do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte e dos reinos da Comunidade das Nações desde 1952 até sua morte.

Filhos: Charles, Príncipe de Gales, Anne, Princesa Real, André, Duque de Iorque, Eduardo, Conde de Wessex Irmãs: Cecília da Grécia e Dinamarca, MAIS Netos: Henrique de Gales, William, Duque de Cambridge.

O duque e a rainha foram casados por mais de 70 anos, se tornando o casal real mais longevo da história da Inglaterra.

Devido à pandemia do coronavírus, ele passou o último ano confinado no Palácio de Windsor com a rainha, exceto por uma estadia de verão em seu castelo escocês de Balmoral.

A monarca e seu marido foram vacinados em janeiro contra a covid-19. Elizabeth II não visitou o duque no hospital.