Na manhã desta terça-feira (28), a deputada estadual Joana Darc (PL), participou da reunião sobre o projeto arquitetônico, etapa que antecede o projeto executivo, do Distrito Bioagroindustrial de Rio Preto da Eva (Darpe) que aconteceu na sede do Governo do Estado do Amazonas. Na reunião conduzida pelo Governador Wilson Lima, a Companhia de Desenvolvimento do Amazonas (Ciama), apresentou o piloto do plano de expansão da atividade econômica para as cidades do interior, o novo centro de produção e de negócios.

Para Joana Darc, a bioagroindústria irá levar para o município desenvolvimento sustentável, econômico e até turístico. “Na reunião de hoje tivemos algumas ponderações importantes ressaltadas como por exemplo, trabalhar a sustentabilidade do projeto e explorar a biotecnologia, fomentando a bioeconomia local. Isso representa muito mais autonomia econômica e desenvolvimento para os municípios do interior do estado”, destacou a parlamentar.

A ideia do projeto é explorar as potencialidades do município em biojoias, extratos naturais, óleos vegetais e fitoterápicos, cultivo de banana, açaí, laranja, mandioca e outras frutas, criação de suínos, bovinos, aves e peixes, além da pesca natural, e movelaria.

A proposta deverá gerar cerca de 10 mil empregos diretos no município, com a instalação do polo de bioagroindústrias, exploração mineral e de turismo, além de um centro técnico de qualificação pessoal. No projeto devem operar 50 agroindústrias, envolvendo cerca de 5 mil famílias de agricultores locais. A previsão somente na implantação do projeto está na faixa de R$ 150 milhões. O Darpe é uma ação que envolve o município de Rio Preto da Eva, Governo do Estado e Governo Federal, por meio de uma rede de órgãos que a Sedecti, Suframa, Sepror e Ciama, entre outros.